Menu | Agrupamento 1316 - Figueira de Lorvão
Redes Sociais | Agrupamento 1316 - Figueira de Lorvão





Anúncios | Agrupamento 1316 - Figueira de Lorvão

PADROEIRO DO AGRUPAMENTO


Para padroeiro do nosso Agrupamento escolhemos Santo Inácio de Loiola. Apresentamos aqui um breve resumo da sua vida. Todos os elementos a devem conhecer pois é para nós uma referência e um modelo a seguir.




Santo Inácio de Loyola Inácio nasceu em Loiola, Espanha, em 1491. Escolheu uma vida militar e foi ao serviço do reino de Navarra que foi gravemente ferido. Apesar de operado recebeu a 24 de Junho de 1521, os últimos sacramentos. No entanto, como começou a melhorar, decidiu fazer uma nova operação. Encontrando-se então em convalescença, entre Agosto e Dezembro desse ano, leu a "Vida de Cristo" de Ludolfo da Saxónia e a "Vida dos Santos" de J. Voragine. Foi a leitura destes livros que o converteram a uma fé ardente.

É então que tem uma visão de Nossa Senhora com o Menino Jesus. Começa a sonhar com uma viagem a Jerusalém, só comer ervas e fazer todas as penitências que os Santos tinham feito. Em 1522 deixa Loiola e chega a Monserrate. É já o "Peregrino" que quer fazer "grandes coisas por Deus", mas que não sabe quais são as etapas da sua viagem. Faz então um voto de castidade. De 24 para 25 de Março faz uma Velada de Armas e deixa a sua espada aos pés de Nossa Senhora.

Nesse ano em Manresa faz o seu "noviciado" em que o Senhor o ensina e conduz. É então que começa a escrever os "Exercícios Espirituais". Em 1523, depois de pedir autorização ao Papa, visita Jerusalém. No entanto, depois de visitar os lugares santos é impedido de permanecer na Terra Santa.

Em 1524 decide começar a estudar Artes (Filosofia). Em Novembro é detido e interrogado pela primeira vez pela Inquisição. Três anos mais tarde é novamente preso e interrogado pela sua doutrina. Resolve então partir para Paris. Tira o grau de Bacharel em Artes em 1532 e um ano depois a Licenciatura. Começa então a estudar Teologia.

Já em 1534 dá o seu livro "Exercícios Espirituais" a seis amigos. Estes fazem os exercícios. A 15 de Agosto os sete Companheiros reúnem-se em Montmartre e fazem votos de castidade e pobreza juntando-lhes um terceiro: irem em peregrinação à Terra Santa. Se por qualquer motivo essa peregrinação não se pudesse realizar no prazo de um ano depois do fim dos estudos, poriam nas mãos do Papa o seu próprio futuro.

Um ano depois Inácio recebe o grau de Mestre em Artes. Parte então para Loiola combinando encontrar-se com os amigos em Veneza nos finais de 1537 para partirem para Jerusalém. Em Veneza o grupo aumenta para 10 elementos. Resolvem então espalhar-se pelas cidades do Norte de Itália. Inácio com mais dois dirige-se para Roma onde tem uma visão: ouve o Pai dizer ao Filho com a cruz às costas "Quero que o tomes por companheiro" e o Filho: "Quero que tu nos sirvas".

O ano de espera para a peregrinação a Jerusalém passou. Todos os Companheiros se dirigem a Roma. Os Companheiros "oferecem-se" ao Papa para qualquer missão em qualquer parte do mundo, de acordo com o voto de Montmartre. A 25 Dezembro Inácio, percebendo que já não poderia celebrar a sua primeira missa em Belém, celebra-a à meia-noite no altar da Natividade em Santa Maria Maior.

Os 10 Companheiros decidem formar uma nova ordem religiosa. A 3 de Setembro de 1538 o Papa Paulo III aprova oralmente a nova Ordem. A 27 de Setembro de 1540 é aprovada oficialmente a Companhia de Jesus (Jesuítas). Inácio foi então eleito o 1º Superior Geral da Ordem. Em 1548 Paulo III aprova e louva os "Exercícios Espirituais".

Finalmente Inácio morre em 31 de Julho de 1556. Nessa altura a Companhia de Jesus contava já com mais de mil membros espalhados por 100 casas em 12 províncias. Uma das primeiras surgiu em Portugal pois um dos 10 fundadores era português. 31 de Julho é também o dia de Santo Inácio.